AVISO

OS LIVROS SERÃO BAIXADOS AGORA AO CLICAR NA CAPA DO MESMO

MUNDO Á PARTE - PRISIONEIRA DO ESCÂNDALO - BARREIRAS DE GELO

LIVROS




JESSICA 245 – MUNDOS À PARTE - PRISIONEIRA DO ESCÂNDALO & ¬ BARREIRAS DE GELO – ANNIE WEST & ANNE OLIVER

BARREIRAS DE GELO – ANNE OLIVER

Seu mundo é abalado uma vez... E depois outra.

Era inegável a tensão fervilhante entre Annie Duffield e o atraente empresário Steve Anderson. Ela sempre buscou manter uma barreira de gelo bem erguida, porém, após uma revelação chocante, Steve se sente no dever de protegê-la. Não demora muito para que Annie se torne mais calorosa e receptiva a ele. E as consequências prometem tornar esta relação ainda mais quente!
Steve sempre deixou claro que não está em busca de um compromisso sério. Até Annie descobrir que está grávida.

Capítulo Um

Steve Anderson precisava dormir. E a última coisa que necessitava depois de um frustrante dia pesquisando um problema no sistema de segurança de um cliente era que a sua eterna fantasia noturna interrompesse o seu sono.
Mas ali estava o Honda Civic de Anneliese Duffield, estacionado à entrada da casa que ele partilhava com a irmã, Cindy. Anneliese era filha de um conhecido cirurgião cardiovascular de Melbourne, o Dr. Marcus Duffield, e a melhor amiga de Cindy.
E uma especialista em interromper o seu sono.
Após estacionar na garagem, Steve passou pelo carro esporte, um extravagante presente do Dr. Duffield pelo vigésimo primeiro aniversário de Anneliese, e voltou a franzir o cenho, irritado por recordar aquele detalhe.
Mal se tinham visto nos últimos três anos. Anneliese estivera fora do país com os pais durante 18 meses, e Steve costumava viajar muito. Nas raras ocasiões em que se encontraram ela deixara sempre bem claro que não gostava da sua companhia. Mas Steve vira-a rir, descontraída, quando não sabia que ele a observava... E havia algo naquela mulher, além do desejo que lhe suscitava; que o perturbara desde sempre.
Enquanto abria a porta, Steve recordou a si mesmo que ela o perturbava porque não tinha um pingo de bom senso. Era uma moça mimada, e qualquer problema que viesse a ter era sempre resolvido pelo pai.
Contudo, Steve conseguia sempre sentir o perfume que deixava no ar. Francês imaginava; único e irrepetível, como se o fabricassem exclusivamente para ela. E talvez fosse assim.
De qualquer forma, parecia imiscuir-se por baixo da sua pele, como um prurido impossível de coçar.
Anneliese e Cindy conversavam, partilhando uma tarte de queijo. Como não notaram sua chegada, Steve decidiu seguir em frente, ir para seu quarto e tomar um banho.
Porém, em vez disso, apoiou-se no batente para observar Anneliese.
A luz da cozinha fazia sobressair às maçãs do seu rosto. O seu cabelo, castanho-avermelhado, cortado à altura do queixo, emoldurava um rosto oval, e o seu corpo exibia curvas perfeitas.
Todavia, eram os seus olhos que chamavam mais a sua atenção. Não eram verdes nem azuis, mas da cor das violetas num dia nublado. Uns olhos que conseguiriam persegui-lo em sonhos.
Se ele o permitisse.
Irritado porque muitas vezes não era capaz de evitar, Steve afastou-se da porta bruscamente.
— Olá — cumprimentou.
Anneliese voltou à cabeça, surpreendida.
— Olá, Steve — Cindy o saudou.
— Posso pegar um pouco de tarte? Estou morrendo de fome.
Como era de esperar, o brilho nos olhos de Anneliese arrefeceu, e a sua postura tornou-se mais tensa. No entanto, ao afastar a colher da boca, ela deixou um pedaço de queijo no lábio inferior...







Prisioneira do Escândalo
Série Mundos a Parte




Longe dos holofotes... Perto do fogo.
Domenico Volpe tem sido o alvo perfeito para os paparazzi. Não só por sua aparência impecável, charme romano e vida glamorosa, mas também por uma recente tragédia familiar. Agora que a mulher que estivera no centro de tudo fora libertada da prisão, ele fará o que for preciso para mantê-la em silêncio. Para isso, Domenico convence Lucy Knight a refugiar-se em sua ilha particular.

Enquanto a mídia enlouquece no continente, as coisas esquentam entre Lucy e Domenico. E quando ele descobre a mulher inocente que se esconde por detrás daquela fachada fria e dura, começa a questionar se Lucy é realmente culpada...


Capítulo Um

Lucy passou os últimos cinco tristes anos imaginando como seria seu primeiro dia de liberdade. Faria um céu azul, típico dos verões italianos. O ar recenderia o aroma de frutas cítricas, embalado pelo alegre gorjear dos pássaros.
Mas a realidade foi muito diferente e ela apenas encontrou um cheiro bastante familiar. Os tijolos, o cimento e o aço frio não deviam ter mais qualquer odor, mas, misturados ao desespero e a um forte detergente industrial, exalavam um terrível perfume. O mesmo que entrara pelo seu nariz durante anos.
Lucy conteve um calafrio de medo. Sentiu um nó no estômago. E se tivesse havido um erro?
E se a enorme porta de aço que se erguia à sua frente permanecesse firmemente fechada?
O pânico tomou conta de seus pensamentos, ao imaginar que um retorno à cela não estava completamente descartado. Esteve tão perto de conseguir a liberdade... E se ver novamente encarcerada era a receita para sua destruição.
O guarda marcou o código. Lucy aproximou-se um pouco mais. A mão suada segurava a mala com os seus pertences e o coração parecia não desacelerar. Finalmente, a porta se abriu e ela deu um passo adiante.
Fumaça de veículos em vez do aroma das frutas. Um céu cinzento e ameaçador, encobrindo o esperado azul mediterrâneo. O barulho dos automóveis sobrepondo-se ao desejado canto das aves.
Não importava. Estava livre!
Fechou os olhos e saboreou aquele momento com que havia sonhado tantas vezes. Estava livre para fazer o que quisesse. Podia voltar a ter as rédeas da sua vida. Apanharia um vôo barato para Londres e passaria lá a noite, antes de a sua viagem acabar em Devon. Dormiria em um lugar tranqüilo, com uma cama confortável e toda a água quente que pudesse desejar.
A porta se fechou atrás dela. Então, abriu os olhos. Um barulho a fez virar-se. Mais à frente, junto da porta principal, viu um grupo de pessoas. Pessoas com câmeras e microfones.
Um calafrio percorreu as costas de Lucy. Começou a andar na direção oposta.

6 comentários:

  1. Excelente! A mocinha não é subserviente, não deixa ninguém tirar onda com ela!!! Obrigada por disponibilizar!!!

    ResponderExcluir
  2. Francamente, "Prisioneira do escândalo" é ridícula! Não sei como ela sobreviveu na cadeia. Aceitar se esconder da imprensa com o irmão do homem que ela supostamente matou! Essa história é absurda. Eu sei que é só um romance, o enredo é secundário, o que importa é criar uma situação qualquer em que um casal se envolva, faça sexo sem limite e no final se casam; mas a história deveria ter um pouco de bom senso e ser plausível.

    ResponderExcluir
  3. Este é o meu testemunho sobre a obra maravilhosa Dr. Kumar fez por mim. Meu marido me abandonou e as crianças e foi para ficar com outra mulher que ele acabara de conhecer. E a mulher tinha feitiço sobre ele para que ele nunca vai ter nada a ver comigo e meus filhos, por essa razão, eu e as crianças tem vindo a sofrer e tem sido um inferno de uma luta, mas eu decidir fazer todos os meios para fazer certeza de que minha família se reúnem como utilizar para, então eu fui on-line lá eu vi tantos bons comentários sobre este lançador de magias chamado Dr. Kumar de (spellcasttemple@gmail.com) então eu tinha que entrar em contato com ele e explicar o meu problema ele e em apenas 24 horas como tem prometido, meu marido chegou em casa e seu comportamento foi de volta para o homem que eu me casei com. Eu não posso agradecer o lançador de magias suficiente para o que ele fez por mim, eu sou tão grato e eu nunca vai parar de publicar o seu nome na internet para o bom trabalho que ele tem feito por mim, mais uma vez, aqui é o seu e-mail SPELLCASTTEMPLE@GMAIL.COM ou você WhatsApp ele no +2347051705853. Você pode contatá-lo para qualquer tipo de problema que eu sei que ele está lá para ajudá-lo.

    ResponderExcluir
  4. Fiz a leitura do livro Prisoneira de um escandalo e gostei muito... Historia linda ❤😀

    ResponderExcluir
  5. Prisioneira do escândalo é realmente ridícula ,muito inverossímil do Ponto de vista de qualquer pessoa, mesmo Se tratando de uma ficção não dá pra engolir tanta fantasia.
    Uma mulher que fica cinco anos numa prisão ...imprensa se torna fichinha. O romance ficaria menos imbecil se a mocinha tivesse dado uma banana pro Domenico na porta da cadeia enfrentado o diabo...,aí todo o resto do romance faria mais sentido.

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei muito da história prisioneira de um escândalo, mais achei muito chata barreira do gelo.

    ResponderExcluir

UMA DICA: PARA BAIXAR SEM PROPAGANDAS, CLICAR COM O MOUSE DIREITO NA CAPA E ESCOLHER A OPÇÃO ABRIR NOVA GUIA OU JANELA.
Não mando livros por email, os livros para baixarem é só clicar na capa. Abrirá o onedrive ou o Box. Então é só clicar no BAIXAR OU DOWNLOAD
Caso algum link não funcione mande um aviso para amoraosromances2@gmail.com